ONU comemora 20 anos da Transparência Internacional
BR

8 novembro 2013

Organização global luta contra a corrupção em vários níveis; para Secretário-Geral Ban Ki-moon, “crime deve ser rejeitado” e seu “impacto é arrasador e corrosivo.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

A organização global Transparência Internacional comemora 20 anos esta sexta-feira e o aniversário mereceu destaque em uma mensagem do Secretário-Geral da ONU.

Ban Ki-moon parabeniza o grupo, que segundo ele, tem ajudado “nos esforços anticorrupção”, trabalhando em conjunto com outras organizações, incluindo as Nações Unidas.

Preço

Para o chefe da ONU, a corrupção não deve ser mais vista como o “preço de se fazer negócios”, por ser um “crime que precisa ser rejeitado” em todos níveis.

Ban lembra que “bilhões de dólares são perdidos todos os anos pela corrupção”. Ele nota alguns impactos “arrasadores e corrosivos” do crime, como tráfico humano e contrabando.

Empresas

De acordo com Ban Ki-moon, a comunidade internacional tem aumentado os esforços para ajudar as vítimas de corrupção. Ele cita a Convenção da ONU sobre Corrupção, que tem a participação de 168 países.

O Secretário-Geral lembra que as empresas tem o papel de defender ações anticorrupção como uma “oportunidade para a renovação da perda de credibilidade e de reputação.”

Ban Ki-moon afirma que as Nações Unidas enfrentam riscos de corrupção por atuar “nos lugares mais perigosos e instáveis do mundo”. Ele diz que a própria ONU é vulnerável, por ser uma organização tão grande, mas que já foi desenvolvido um sistema interno de controle para evitar casos de corrupção.

O Secretário-Geral quer continuar trabalhando com a Transparência Internacional para eliminar a corrupção do mundo.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud