FAO lança campanha de vacinação de animais na Síria

7 novembro 2013

Agricultores sírios fogem do país devido à violência; entrada de refugiados no Líbano ocorre com espécies domésticas não vacinadas.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova Iorque.*   

A Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação, FAO, lançou uma campanha de vacinação de animais que estão a ser transportados da Síria para o Líbano.

O problema ocorre porque os produtores sírios fogem do país devido à violência, e levam consigo cabeças de gado bovino, ovino e caprino que não foram vacinados.

A FAO informou que a campanha ainda não atingiu todas as comunidades de agricultores das áreas de fronteira.

Febre Aftosa

Uma pesquisa realizada no ano passado no Vale do Beka, no norte do Líbano e em Akkar, demonstrou que 84% dos agricultures registaram casos de febre aftosa e da peste dos pequenos ruminantes.

A agência da ONU propõe uma intervenção imediata em apoio ao Ministério da Agricultura do Líbano para aumentar o controlo da doença, a quarentena e vacinação dos animais.

O objetivo da campanha da FAO é vacinar 58 mil cabeças de gado, 277 mil ovelhas e 424 mil cabras contra várias doenças animais na região de fronteira entre os dois países.  

*Apresentação: Eleutério Guevane.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud