Paraná terá nova parceria com programa da ONU sobre sistema prisional BR

Paraná terá nova parceria com programa da ONU sobre sistema prisional

Informação foi dada à Rádio ONU pelo governador do estado, Beto Richa; ele participou de reunião com diretor do Pnud para América Latina e Caribe nesta terça-feira, em Nova York; acordo será firmado em dezembro.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

O governador do Paraná, Beto Richa, afirmou que seu estado irá assinar uma parceria no próximo mês com as Nações Unidas sobre um modelo de gestão na área prisional.

A parceria será firmada com o Programa da ONU para o Desenvolvimento, Pnud, o governo paranaense e o Conselho Nacional de Justiça.

Referência

Beto Richa se reuniu em Nova York com um dos diretores do Pnud para debater o tema.  O governador explicou à Rádio ONU os detalhes da iniciativa.

“O Paraná hoje tem uma excelente proposta que é referência para o Brasil e certamente internacional. Um modelo muito criterioso e detalhado para acompanhamento e gestão na área prisional. O cruzamento de dados com o poder judiciário. Enfim, uma série de avanços com uso da ferramenta tecnológica que é esse programa de acompanhamento.”

Beto Richa contou que antes do programa, havia sérios problemas no estado do Paraná incluindo a situação de detentos custodiados em delegacias de forma irregular.

Informação

O governador disse ainda que por falta de informação e comunicação, muitos detentos acabavam servindo mais tempo do que o determinado pelas suas penas. Mas com o programa de gestão, os casos começaram a ser corrigidos.

“Situações são detectadas por este programa, e agora em dezembro, em Curitiba, estaremos assinando com o Pnud esta parceria, e também com o CNJ para compartilhar esta experiência do estado do Paraná com o resto do mundo. O Pnud ficou impressionado com os resultados deste programa e quer participar desta parceria e disponibilizar para todo o mundo.”

O governador Beto Richa contou que formalizou o convite ao diretor do Pnud para América Latina e Caribe, Heraldo Muñoz, para comparecer à assinatura da cooperação com a agência das Nações Unidas em dezembro.

Além do encontro com Muñoz, na ONU, o governador do Paraná contou que também se reuniu com investidores estrangeiros durante sua viagem aos Estados Unidos.