Ban defende proteção de recursos naturais em cenários de guerras
BR

6 novembro 2013

Secretário-Geral divulgou mensagem para marcar o Dia Internacional para Prevenção da Exploração do Meio Ambiente em Tempo de Guerra e Conflito Armado.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.*

As Nações Unidas estão dedicando este 6 de novembro à defesa dos recursos naturais em situações de guerras e conflitos armados. Em mensagem, o Secretário-Geral nota que florestas, vida selvagem, recursos hídricos e terras agrícolas continuam sendo explorados e degradados durante confrontos.

Ban Ki-moon cita como exemplo o centro e leste africanos, onde atualmente o tráfico ilegal de minerais, animais, madeira, carvão e narcóticos é usado para financiar grupos armados e redes criminosas.

Somália

Somente na Somália, o tráfico ilegal de carvão gera rendimentos anuais de US$ 384 milhões para grupos rebeldes e terroristas. Segundo Ban, uma melhor gestão dos recursos naturais pode ajudar a prevenir que esses bens sejam a causa de conflitos.

Por outro lado, o Secretário-Geral nota que falhar em proteger esses recursos só aumenta a vulnerabilidade dos que mais dependem deles, em especial os mais pobres.

Armas Químicas

A mensagem de Ban Ki-moon marca o Dia Internacional para Prevenção da Exploração do Meio Ambiente em Tempo de Guerra e Conflito Armado.

Ao mencionar outra preocupação, a “destruição segura de armas de guerra”, o Secretário-Geral cita ainda a Síria. Segundo Ban, a eliminação de armas químicas deve incluir “proteção ambiental rigorosa para prevenir contaminação e riscos para a saúde pública”.

Ban Ki-moon explica que a contaminação ambiental também inclui minas e explosivos não detonados, que são uma ameaça principalmente para as mulheres e crianças.

O Secretário-Geral lembra que neste dia internacional,  é importante ressaltar a proteção do meio ambiente durante conflitos armados.

*Apresentação: Leda Letra, com informações do Unric – Bruxelas.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud