Opaq diz que missão continuará destruindo armamentos em novembro
BR

5 novembro 2013

Diretor-geral afirmou que Síria cumpriu prazo para destruição de armas e equipamentos; governo sírio já eliminou 99 ogivas em uma de suas instalações e vai destruir mais 55.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O diretor-geral da Organização para a Proibição de Armas Químicas, Ahmet Üzümcü, atualizou o progresso que está sendo feito pela missão na Síria ao Conselho Executivo da Opaq.

Üzümcü confirmou que o processo de verificação da destruição dos equipamentos e instalações da Síria foi cumprido dentro do prazo pelo governo sírio.

Novembro

Segundo ele, para o mês de novembro a missão deve prosseguir com a verificação da destruição de armas químicas de categoria 3, assim como a destruição de equipamentos especiais para a fabricação dos armamentos.

O diretor-geral explicou que as armas de categoria 3 são as munições vazias, bombas e foguetes sem qualquer agente químico.

Üzümcü afirmou que até agora, a Síria já destruiu 99 ogivas em uma de suas instalações e mais 55 devem ser destruídas em outra instalação. Segundo o diretor-geral da Opaq, esse processo deve prosseguir em mais cincou outros locais.

Plano

Sobre o plano do governo sírio para destruição do programa de armas químicas, ele afirmou que a proposta para eliminar o material fora do país é viável.

Segundo o chefe da Opaq, a proposta teve como base os desafios que serão enfrentados para realizar o trabalho de destruição em meio a um conflito armado, assim como a limitação de recursos.

As discussões para finalizar o plano vão começar em breve com a participação da delegação síria, que chegou a Haia, esta terça-feira.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud