Ban condena plano de expansão de assentamentos israelenses
BR

30 outubro 2013

Secretário-Geral afirmou que atividade é contrária à lei internacional e representa um obstáculo à paz; Israel fez o anúncio poucas horas depois de libertar prisioneiros palestinos.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, condenou esta quarta-feira o anúncio feito por Israel de expandir os planos de assentamentos para colonos judeus nos territórios palestinos ocupados da Cisjordânia, incluindo Jerusalém Oriental.

No comunicado, Ban disse que qualquer atividade nos assentamentos é contrária à lei internacional e constitui um obstáculo à paz.

Status Final

Segundo ele, qualquer medida que julgue antecipadamente as questões relacionadas ao status final da região não será reconhecida pela comunidade internacional.

O anúncio foi feito poucas horas depois de o governo israelense ter libertado 26 prisioneiros palestinos.

Ban disse ainda entender que Israel tomou uma decisão difícil ao dar continuidade à liberação dos prisioneiros apesar da forte oposição interna.

Agora, o Secretário-Geral espera que os dois lados aproveitem todas as oportunidades para o sucesso das negociações do processo de paz e evitem ações que possam prejudicar a confiança entre eles.

As negociações diretas entre palestinos e israelenses foram interrompidas em setembro de 2010 depois que Israel se recusou a congelar os planos de expansão dos assentamentos.

Eles retomaram as conversações em agosto depois dos esforços realizados pelo secretário de Estado americano, John Kerry.

Direitos Humanos

Ainda esta quarta-feira, o relator especial da ONU sobre a situação dos Direitos Humanos nos territórios palestinos ocupados, Richard Falk, criticou duas empresas estrangeiras pelo envolvimento nos assentamentos na região.

O relatório que Falk apresentou cria um modelo de análise legal para que se possa condenar empresas de violações da lei internacional, em particular de crimes internacionais na Palestina ocupada.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud