ONU quer cooperação com regiões para deter violência contra as crianças

17 outubro 2013

Evento aborda progressos globais para implementar metas sobre o tema;  dados apontam para a existência de até 65% de menores vítimas de violência.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

As Nações Unidas discutem, nesta quinta-feira, o reforço da colaboração entre diferentes regiões do mundo com vista a prevenir e a dar resposta à violência contra as crianças.

Uma mesa redonda, a decorrer em Nova Iorque, aborda a cooperação entre a organização e as entidades regionais incluindo a promoção e a proteção da participação eficaz das crianças no processo.

Pesquisa

O evento será dirigido pela representante especial do Secretário-Geral sobre a Violência contra as Crianças. Marta Santos Pais deve discutir os progressos com vista a avançar na implementação de objetivos globais sobre o tema.

Estimativas da ONU apontam para a existência de entre 20 a 65% de menores em idade escolar que tenham vivido episódios de intimidação, de abuso físico ou verbal. Por outro lado, entre 133 e 275 milhões de crianças testemunharam a violência doméstica, principalmente praticada por pais.

Parceria

No âmbito da prevenção e do combate à prática, o debate deve analisar as realidades das Caraíbas, da Ásia e o Roteiro da América Central que é considerado de “fácil utilização.”

As parcerias com entidades regionais são tidas como cruciais, pelo seu potencial de maximizar o envolvimento com os governos além de desenvolver plataformas políticas para ampliar experiências.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud