Angola quer vacinar 3 milhões de mulheres contra tétano neonatal

14 outubro 2013

Iniciativa, que arrancou esta segunda-feira, deve estender-se até 23 de outubro nas áreas de maior risco da doença.

Para a Rádio ONU, Herculano Coroado, em Luanda

Mais de 3 milhões de mulheres dos 14 aos 49 anos de idade devem ser vacinadas com vista à eliminação do tétano neonatal em Angola.

A iniciativa, com ênfase nas áreas de maior risco, abrange 66 municípios do país e envolve o Governo angolano e os seus parceiros sociais.

Vacina

De Luanda, a jovem mãe Germana Mossango destacou a importância da vacinação gratuita. Ela conversou com a Rádio ONU num posto de vacinação da Mutamba, área da baixa da capital angolana.

No local onde várias mulheres aderiam à vacinação voluntária contra o tétano, a entrevistada disse estar consciente de que esta assegura a proteção para toda a vida quando se completam as cinco doses recomendadas.

Senhoras

“É necessário que as mulheres em idade fértil tenham esta vacina, então, eu passei e vi estas senhoras aqui a darem as vacinas, aproveitei e apanhei uma.”

A campanha de vacinação está a ser realizada em duas fases: a primeira etapa ocorre nas áreas urbanas, nas unidades sanitárias, escolas, mercados, igrejas e outros lugares públicos. A segunda fase em áreas rurais através de unidades móveis de vacinação nas aldeias e comunas.

Primeiro Dia

Em entrevista à Rádio ONU, a enfermeira e brigadista Esperança Major falou sobre os trabalhos desde o início desta segunda-feira.

Até ao princípio da tarde, o posto improvisado sobre um assento público na baixa da cidade, já tinha atendido 150 utentes.

“O nosso maior desafio é estarmos em par e a passo com os utentes, informar o que a vacina faz e qual é a sua projeção”, disse.

Colaboração

Trata-se da terceira campanha de vacinação massiva contra o tétano, visando proteger mulheres em idade fértil. As duas anteriores foram realizadas, a nível nacional, em 2010 e 2012, após a adesão do Governo angolano à Iniciativa Mundial para a Eliminação do Tétano Materno e Neonatal.

Entre outros, a parceria internacional envolve governos, o Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, a Organização Mundial da Saúde, OMS e o Fundo das Nações Unidas para a População, Unfpa.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud