Síria: grupo que trabalha para eliminar armas químicas fala de progressos

Síria: grupo que trabalha para eliminar armas químicas fala de progressos

Equipa diz que equipamentos podem começar a ser desativados a partir da próxima semana; eliminação total deve ocorrer até meados de 2014.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A missão conjunta da ONU e da Organização para a Proibição de Armas Químicas, Opcw, disse que poderá iniciar inspeções locais e a desativação inicial de equipamentos ligados aos engenhos de armas químicas na próxima semana.

O grupo chegou esta terça-feira, a Damasco com o objetivo de verificar as informações fornecidas pela Síria além de ajudar o país na primeira fase de eliminação da produção de armamentos químicos.

Resultado

A expectativa consta de uma nota, publicada esta quinta-feira, na qual defende que a medida depende do resultado de técnicos que incluem especialistas da Síria.

A equipa defende que as autoridades sírias entregaram documentos tidos como promissores, em encontros que resultaram “em progressos animadores.” O grupo defende uma análise mais aprofundada, especialmente de diagramas técnicos, e a resposta a várias questões.

O grupo disse que além de verificar a informação entregue pelo governo sírio, trabalha nas disposições de proteção e de segurança das equipas de inspeção além da implementação do plano

A outra área de trabalho é a das condições sobre as quais os materiais de armas químicas e equipamentos devem ser eliminados da Síria até meados de 2014.