FAO diz que países devem desenhar suas próprias estratégias e iniciativas
BR

23 setembro 2013

Diretor-geral da agência, José Graziano da Silva, disse que esta é uma receita de sucesso, especialmente entre os países mais pobres; ele participa nesta segunda de reunião de alto nível sobre Metas do Milênio em Nova York. 

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.*

A Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO, afirmou que os governos devem se juntar à sociedade civil para derrotar a fome no mundo.

O chefe da agência, José Graziano da Silva fez a declaração num debate de alto nível sobre os sucessos das Metas do Milênio, nesta segunda-feira, em Nova York. 

Realidade 

Falando em inglês, o diretor-geral da FAO disse que a erradicação da fome não é trabalho só dos governos, mas também de sociedades inteiras. Graziano da Silva contou que a FAO investe em parcerias com a sociedade civil e com os governos para eliminar a fome.

O chefe da agência da ONU disse ainda que cada país tem que ter suas próprias estratégias e iniciativas, uma espécie de menu que se adeque à sua realidade.

Fome

De acordo com as Nações Unidas, 870 milhões de pessoas passam fome no mundo.

Nesta entrevista à Rádio ONU, após a reunião, José Graziano da Silva falou sobre a receita dos países que atingiram a meta de reduzir pela metade a fome até 2015.

Produtividade

“Uma pessoa com fome, subnutrida não tem produtividade, não vai conseguir trabalhar, não vai conseguir educar os filhos. Então, esta experiência nos permitiu mostrar que estes países que já atingiram a meta fizeram exatamente isso: tiveram um grande compromisso político, mobilizaram as suas sociedades e não inventaram coisa nenhuma que eles não sabiam. Puseram em prática o que eles já sabiam.”

Participaram da mesa de debates também a diretora-geral da Organização Mundial da Saúde, OMS, Margaret Chan, e a chefe da Unesco, Irina Bokova. A sessão contou com perguntas dos participantes num debate interativo.

*Apresentação: Leda Letra.

 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud