Conselho de Direitos Humanos debate situação nos Territórios Palestinos BR

Conselho de Direitos Humanos debate situação nos Territórios Palestinos

Órgão analisou relatório do Secretário-Geral sobre Gaza e Cisjordânia; no encontro, Brasil faz um apelo ao fim imediato da construção de assentamentos.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

O Conselho de Direitos Humanos analisou esta segunda-feira, em Genebra, o relatório do Secretário-Geral da ONU sobre os Territórios Ocupados Palestinos.

O documento de Ban Ki-moon destaca a situação dos direitos humanos em Gaza e na Cisjordânia. Uma das preocupações é a falta de punição para crimes e violações da lei internacional dos direitos humanos.

Investigações

No relatório, o chefe da ONU nota que há sérias preocupações de que nem Israel nem as autoridades em Gaza tomaram as medidas necessárias para investigar alegações de hostilidades na região.

O documento também destaca a situação na Cisjordânia, com casos de violência, transferências forçadas, demolições, despejos, uso excessivo da força por autoridades israelenses e crianças palestinas detidas por Israel.

Assentamentos

Durante o encontro no Conselho de Direitos Humanos, representantes de várias nações notaram que Israel continua construindo assentamentos na região e com isso, os direitos dos palestinos seguem sendo desrespeitados.

Israel não enviou nenhum representante ao encontro. Já a representação da Palestina pediu um fim aos bloqueios em Gaza e afirmou que Israel continua com “políticas de violações deliberadas das resoluções da ONU e da lei internacional.”

Ocupação

O Brasil foi um dos países que fizeram um apelo ao fim imediato da construção de assentamentos e lembrou que a ocupação continua sendo a principal causa da violação dos direitos humanos nos Territórios Palestinos.

O relatório também recomenda ao governo palestino a conduzir investigações sobre as suspeitas violações da lei internacional dos direitos humanos.