Nações Unidas horrorizadas com ataque terrorista à igreja no Paquistão
BR

22 setembro 2013

Mais de 75 pessoas morreram com a explosão de dois homens-bomba no templo cristão Todos os Santos, na cidade de Peshawar, neste domingo; agências de notícias dizem que é um dos piores ataques à minoria cristão do país.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

O Secretário-Geral da ONU afirmou que está horrorizado com um ataque terrorista a uma igreja cristã em Peshawar, no noroeste do Paquistão.

Dois homens-bomba atacaram a igreja na saída da missa deste domingo. Pelo menos 120 pessoas ficaram feridas.  Segundo agências de notícias este é um dos piores atentados à minoria cristã do Paquistão.

Violência Cega

Em nota, Ban Ki-moon condenou o que chamou de “ataque a bomba atroz.” Ele disse que está profundamente preocupado com a violência cega a minorias religiosas e étnicas no Paquistão.

Ban notou que os ataques estão sendo repetidos. Ele pediu ao Governo do Paquistão que faça todo o possível para levar os autores do crime à justiça.

De acordo com a mídia paquistanesa, a igreja estava lotada com centenas de fieis. Dois coletes com explosivos foram encontrados do lado de fora do templo.

Solidariedade

O Secretário-Geral encerrou anota expressando condolências às famílias das vítimas, ao povo e ao governo paquistaneses.

Ele voltou a afirmar a solidariedade das Nações Unidas ao Paquistão na luta contra o terrorismo e o extremismo.

Ban pediu ao governo que continue tomando medidas para reforçar o diálogo entre comunidades de diferentes religiões e etnias no país asiático.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud