Ban condena ataque contra comboio de missão internacional no Kosovo

Ban condena ataque contra comboio de missão internacional no Kosovo

Incidente resultou na morte de soldado da missão europeia de política e da justiça do Kosovo; Secretário-Geral pede cooperação para as investigações e que seja garantida segurança.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O Secretário-Geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, condenou vigorosamente  o ataque que resultou na morte de um soldado da Missão de Justiça da União Europeia no Kosovo.

Um comboio da força, conhecida por Eulex, foi atacado nesta quinta-feira, no norte da região que se declarou independente da Sérvia em 2008.

Justiça

Após endereçar condolências à família do malogrado, Ban pediu uma investigação rápida e completa para levar os autores do ataque à justiça.

O chefe da ONU disse que a Missão de Administração Interina das Nações Unidas no Kosovo, Unmik, dispõe-se a fornecer total apoio para o efeito.

Tensões

A região declarou-se autónoma após anos de tensões étnicas, mas não foi reconhecida pela Sérvia. Desde então, a União Europeia facilita o diálogo entre as partes sobre várias questões.

Em nota, o Secretário-Geral  salienta o papel fundamental desempenhado pela presença das forças internacionais no Kosovo.

Ban Ki-moon ressalta a importância de cooperação de todas as partes interessadas nas investigações, e na garantia de segurança, liberdade de movimento e implementação dos mandatos das entidades internacionais.