Gisele Bündchen vai advogar pelo meio ambiente até 2020

Gisele Bündchen vai advogar pelo meio ambiente até 2020

Aceitação da proposta pela super-modelo foi tornada pública nesta quinta-feira, em Nova Iorque; deste 2009, ela detém o título de Embaixadora da Boa Vontade do Programa da ONU para o Meio Ambiente.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A modelo brasileira e embaixadora da Boa Vontade para o Meio Ambiente, Gisele Bündchen, vai continuar a advogar pelo tema até 2020.

A informação foi dada, esta quinta-feira, em Nova Iorque, pelo diretor executivo do Programa da ONU para o Meio Ambiente, Pnuma, durante a entrega dos prémios Campeões da Terra 2013. O galardão é atribuído a figuras que se distinguem pelas ações e liderança na área.

Objetivo

Em entrevista à Rádio ONU, momentos após o anúncio, Gisele Bündchen, manifestou maior desejo de se dedicar ao tipo de atividades, que abraça desde 2009.

“O prazer é todo meu, faço tudo de coração e entendo que o meu objetivo nesse mundo é servir como posso. Todas as noites quando vou dormir peço: ‘me guie e me mostre como posso como servir da melhor forma possível,’ esse é o meu objetivo. É um prazer poder fazer isso”, contou.

Atenção Mundial

Na altura da primeira nomeação, a missão dada à embaixadora era a de chamar a atenção mundial para questões ambientais.

Os temas de destaque incluem a biodiversidade, a desflorestação, a qualidade da água e a necessidade para transição para economia verde. Gisele fala de novos dados e desafios adicionais.

O Pnuma destaca o papel de intervenção da modelo, que iniciou as atividades pelo ambiente há 10 anos após passar uma temporada com a comunidade de indígenas do Rio Xingu na Floresta Amazónica.

O lançamento do seu projeto “Água Limpa”, há cinco anos, na cidade de Horizontina e do seu blog “Green” também são destacados como esforços feitos pela modelo para proteger o planeta.