Chade: Plano de US$1 mil milhão apoia combate à insegurança alimentar

16 setembro 2013

Chefe do Pnud destaca potencial de aumento da produtividade e renda dos pequenos agricultores; um quarto da população do país corre risco de passar fome.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

O Programa da ONU para o Desenvolvimento, Pnud, anunciou o início de um plano nacional de US$ 1 mil milhão para eliminar a insegurança alimentar no Chade.

Em três anos, a iniciativa também deve ajudar o país no alcance dos Objetivos de Desenvolvimento do Milénio, cujo prazo de cumprimento termina em 2015. O projeto deve ser implementado pelo governo e por vários parceiros locais e internacionais.

Obstáculos

De acordo com a agência, a iniciativa também vai identificar obstáculos para o desenvolvimento, além de soluções para combater a insegurança alimentar a longo prazo no país do Sahel.

Estima-se que um quarto da população chadiana esteja em risco de passar fome. Um terço das crianças sofre de malnutrição crónica. 

Produtividade

Ao inaugurar o projeto, nesta segunda-feira na capital chadiana Ndjamena, a chefe do Pnud, Helen Clark falou do potencial de o país aumentar a produtividade e a renda dos pequenos agricultores. 

Clark destacou que uma dieta nutritiva e equilibrada podia ser acessível para todos. O primeiro-ministro chadiano, Joseph Dadnadji,  disse que a intenção é baixar a taxa de desnutrição pela metade além de reduzir para menos de 21% a percentagem de pessoas com fome crónica até 2015.

Mulheres

O programa terá como foco o desenvolvimento da irrigação em pequena escala, o acesso a sementes, fertilizantes e a equipamentos para pequenos produtores com uma ênfase especial para as mulheres.

Pretende-se, igualmente, diversificar as culturas e formar os agricultores em técnicas de adaptação às alterações climáticas.

O Chade enfrenta crises alimentares recorrentes desde 1970, devido a uma combinação de eventos. Entre eles estão secas, inundações, a massificação de gafanhotos e conflitos.

*Apresentação: Denise Costa.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud