Conselho de Segurança condena ataque a consulado americano no Afeganistão
BR

14 setembro 2013

Ação ocorreu nesta sexta-feira na província de Herat; grupo talebã assumiu responsabilidade pelo ataque.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O Conselho de Segurança da ONU condenou nos termos mais fortes o ataque desta sexta-feira contra o consulado dos Estados Unidos na província de Herat, no Afeganistão.

O grupo Talebã assumiu a responsabilidade pela ação envolvendo um carro bomba, que segundo as agências de notícias, deixou cinco pessoas mortas e 23 feridas.

Justiça

Em comunicado, os membros do Conselho de Segurança reforçaram a necessidade de que os responsáveis, organizadores e os que apoiaram esse ato de terrorismo sejam levados à justiça. Eles pediram a todos os Estados que cooperem com as autoridades afegãs nesse sentido.

Eles enviaram pêsames às famílias das vítimas, ao povo e ao governo do Afeganistão.

A nota condenou ainda atos de violência contra representações diplomáticas. Os integrantes do Conselho de Segurança demonstraram preocupação com a ameaça que os talibãs, a rede terrorista Al-Qaeda e os grupos armados representam para a população local, para as forças de segurança e para os esforços de ajuda no país.

Terrorismo

O órgão reafirmou que o terrorismo em todas as suas formas e manifestações é criminoso e injustificável, independente de sua motivação, local ou de quem tenha cometido o ataque.

Segundo o Conselho de Segurança, a ação não deve ser associada a nenhuma religião, nacionalidade ou grupo étnico.

Expressando apoio à soberania afegã, os membros do conselho afirmaram que “nenhum ataque terrorista pode reverter o caminho do país em direção à paz, à democracia e à estabilidade.”

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud