RD Congo: Conselho de Segurança quer maior compromisso pela paz

12 setembro 2013

Órgão dirige mensagem aos signatários do Quadro de Paz, Segurança e Cooperação para a República Democrática do Congo e para os Grandes Lagos.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O Conselho de Segurança pediu, esta quinta-feira, que se cumpram de boa-fé os compromissos estabelecidos no âmbito do Quadro de Paz, Segurança e Cooperação para a República Democrática do Congo.

A medida, recomendada aos signatários do pacto, é tida como essencial para que seja alcançada a paz e a segurança duradoiras no leste do país e na região dos Grandes Lagos.

Expetativa

Após um debate do relatório do Secretário-Geral sobre a nação africana, os 15 estados-membros do órgão disseram aguardar com expectativa a próxima reunião do Mecanismo de Supervisão Regional.

O evento está agendado para Nova Iorque, a 23 de setembro, nas vésperas da Assembleia Geral da ONU.

Grupos Armados

Após o encontro do Conselho, o embaixador da Austrália, Gary Quinlan, disse a jornalistas que a atuação de vários grupos armados constitui uma ameaça imediata na RD Congo. Neste mês, o país assume a presidência rotativa do órgão.

Já o subsecretário-geral para Operações de Manutenção de Paz, Hervé Ladsous, deu conta de progressos na capital do Kivu-Norte, Goma onde os rebeldes do grupo M23 teriam sido repelidos para norte.

Ladsou falou da aposta no fortalecimento da proteção de forças de paz da organização, além  da necessidade do seu envolvimento mais ativo na estabilização.

Drones

O representante também deu conta do adiamento da utilização de veículos aéreos não tripulados de agosto para dezembro. A medida deve-se a “regras de Estados-membros relativamente à aquisição” dos também chamados drones.

Os membros do Conselho de Segurança reiteraram, entretanto, a sua preocupação com a frágil situação de segurança no terreno ao elogiarem a visita conjunta de vários representantes à região.

Na semana passada, foi efetuado um périplo conjunto dos enviados das Nações Unidas, da União Africana, da União Europeia e dos Estados Unidos para reforçar a paz regional. Os países visitados foram a República Democrática do Congo, o Ruanda e o Uganda.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud