Conflitos armados impedem crianças de regressar às aulas

11 setembro 2013

Representante do Secretário-Geral para Crianças e Conflitos Armados, Leila Zerrougi, alertou para a situação escolar das crianças na Síria.

Em uma reunião do Conselho de Direitos Humanos, Leila Zerrougui relatou visita à Síria e chamou à atenção para o facto de que muitas escolas estão para reabrir, mas milhões de crianças pelo mundo não poderão frequentar as aulas devido aos confrontos.

Ela lamentou que na Síria e em outros países em conflito, graves violações permanecem. Muitas crianças são assassinadas, mutiladas, sofrem abuso sexual e são recrutadas para o combate por governos ou grupos armados.

Também nesta terça-feira, em Genebra, o Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, afirmou que o conflito sírio está "deixando marcas invisíveis nas crianças".

Acompanhe a reportagem de Edgard Júnior, da Rádio ONU, para o Jornal da Globo News.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud