Ban: “só através da cooperação se conseguirá um mundo mais pacífico”
BR

6 agosto 2013

Declaração do Secretário-Geral foi feita na abertura do debate aberto do Conselho de Segurança sobre Cooperação entre as Nações Unidas e as organizações regionais e subregionais.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, afirmou que somente através da cooperação os países poderão compartilhar das aspirações de um mundo mais pacífico.

A declaração foi feita esta terça-feira, no debate aberto do Conselho de Segurança sobre Cooperação entre as Nações Unidas e organizações regionais e subregionais.

Visionários

Ban disse que os arquitetos da Carta das Nações Unidas foram visionários ao prever um mundo onde a ONU e as organizações regionais trabalhassem juntas para prevenir, controlar e solucionar crises.

Segundo ele, várias dessas organizações têm uma longa história de participação em operações de mediação e prevenção de conflitos, como também de manutenção da paz.

Cooperação

Falando antes do evento, o representante da União Africana junto à ONU, Téte António, disse que a plataforma de cooperação entre a organização e as entidades regionais tem evoluído, com destaque no Conselho de Segurança.

“Há esta tomada de consciência de que as ações das organizações regionais completam perfeitamente e com eficácia à ação do Conselho de Segurança. Nós é que estamos no terreno, conhecemos as realidades e muitas vezes somos os primeiros a chegar antes das Nações Unidas. Portanto, é normal que se organize debates nesse sentido. Houve debates específicos sobre cooperação entre a ONU e a União Africana em matérias de manutenção da paz em África especificamente”, disse.

América Latina

Na América Latina e no Caribe, por exemplo, Ban citou o trabalho da ONU com a Organização dos Estados Americanos, OEA. Ele falou também do crescimento da Comunidade de Estados Latinoamericanos e Caribenhos, Celac, e da União das Nações Latinoamericanas, Unasur.

O chefe da ONU mencionou a cooperação com a União Africana para solucionar os problemas do continente. Ele explicou que através de uma missão de paz conjunta e os esforços de mediação em Darfur, as duas organizações tentam resolver o conflito na região.

Na lista de trabalhos conjuntos, Ban falou, entre outras, das operações na Somália, no Mali, na Côte d’Ivoire, também chamada de Costa do Marfim, e na República Democrática do Congo.

No Oriente Médio e no norte da África, a ONU e a Liga Árabe trabalham para ajudar no processo político na Tunísia, Líbia e Iêmen.

Solução Política

Na Síria, Ban afirmou que todos continuam empenhados na busca de uma solução política para a crise no país, inclusive através dos esforços do enviado especial Lakdar Brahimi.

E a cooperação, segundo o Secretário-Geral, se estende pela Europa e Ásia.

Ban declarou que as organizações regionais e subregionais têm um profundo conhecimento da área e contatos locais. Para o chefe da ONU, esses elementos são importantes para os esforços de mediação, planejamento e para as operações de manutenção da paz.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud