Produção da coca cai pelo segundo ano na Bolívia, diz Unodc

5 agosto 2013

Unodc fala de de diminuição de perto de 7% para cerca de 25,3 mil hectares; valor total da folha da planta também reduziu na mesma percentagem.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Uma queda no cultivo de coca foi verificada pelo segundo ano consecutivo na Bolívia, segundo um estudo de 2012 realizado pelo Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime, Unodc.

De acordo com o documento, o cultivo de coca diminuiu em torno de 7% para cerca de 25,3 mil hectares.

Cocaína

A pesquisa realizada com a participação do Governo baseia-se em imagens de satélite e em levantamentos no terreno. Foram documentadas quedas nas três maiores regiões produtoras da matéria-prima para a cocaína.

No ano anterior, a produção foi de 27,2 mil hectares, uma queda de 12% em relação a 2010.

Esforços

O representante da Unodc na Bolívia, Antonino De Leo, encorajou as autoridades nacionais e locais pelos esforços para reduzir a produção da coca com programas de fiscalização de combate ao narcotráfico e alternativas para a melhoria da subsistência.

A agência disse que vai continuar a oferecer o seu apoio aos esforços para facilitar e promover a cooperação regional e internacional com vista a beneficiar a sociedade.

Cultivo

A região de Yungas de La Paz, responsável por dois terços do cultivo da coca na Bolívia, teve uma redução de  7% para 16, 9 mil hectares.

Estima-se que o potencial de produção de folhas de coca na Bolívia ronde as 45 mil toneladas, uma queda de 6% das 48,1 mil toneladas do ano anterior.

Os preços de folha de coca diminuíram 5%, e atingiram US$ 7,4 por quilo em dois mercados autorizados pelo governo do país. O valor total da folha de coca também desceu 7% de US$ 353 milhões em 2011 para US$ 332 milhões de 2012.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud