OMM revela planos de adaptação do Atlas das Nuvens para a web

3 agosto 2013

Equipa de especialistas deve considerar uso do conjunto de mapas para telefones celulares e computadores; obra foi publicada pela primeira vez em 1956.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Uma equipa de especialistas internacionais analisa a viabilidade de atualizar o Atlas das Nuvens como ferramenta baseada na web.

Ao anunciar a iniciativa, a Organização Meteorológica Mundial, OMM, fez saber que as consultas para um novo conjunto de mapas serão extensas e incluem uma ampla gama de partes interessadas.

Telefones Celulares

A equipa de especialistas também deve considerar como torná-lo adaptável a diferentes meios, que incluem telefones celulares e computadores.

É  possível que a produção da obra em versão digital, que “autoritária, abrangente e útil para sistemas de observação operacionais.” A OMM prevê que a ação seja demorada e tecnicamente desafiadora para a publicação que foi escaneada e disponibilizada online  http://library.wmo.int/pmb_ged/wmo_407_en-v2.pdf

Entusiastas

Muito popular entre os entusiastas e amadores das nuvens, o Atlas das Nuvens foi desenvolvido como documento de referência padronizado e ferramenta de formação para meteorologistas. O instrumento também é usado por profissionais de aviação, do mar e da agricultura.

A agência considera prematuro prever se devem ser acrescentados novos tipos de nuvem aos atuais 10 géneros, 14 espécies e nove variedades de nuvens.

Publicado pela primeira vez em 1956, o Atlas das Nuvens é composto por dois volumes. A mais recentemente atualização foi feita em 1987, com a adição de novas fotos.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud