Embaixadora do Unicef convida Malala para ir à África
BR

12 julho 2013

Cantora Angélique Kidjo encontrou-se com a adolescente do Paquistão nesta sexta-feira, na sede da ONU; africana ressalta importância da união em prol da educação de meninos e meninas.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York. 

Após discursar para centenas de pessoas na sala do Conselho de Tutela das Nações Unidas, a paquistanesa Malala Yousafzai teve encontros fechados com vários líderes globais.

Uma dessas conversas foi com a embaixadora do Fundo da ONU para Infância, Unicef, a cantora africana Angélique Kidjo.

Visita

Em entrevista à Rádio ONU, logo após conhecer Malala pessoalmente, Kidjo contou que fez um pedido à estudante.

Angélique Kidjo disse que convidou Malala para ir até a África, porque acha importante que ela converse com as meninas do continente, para que elas vejam que não estão sozinhas na luta pela causa da educação.

Este 12 de julho foi definido como o “Dia de Malala” porque a paquistanesa completa 16 anos. Ao falar para jovens e líderes globais, Malala foi aplaudida ao contar suas fontes de inspiração.

Mandela

Malala Yousafzai disse que herdou de Martin Luther King e de Nelson Mandela o “legado da mudança” e com seus pais, aprendeu a importância do perdão.

E foi esta a parte do discurso que mais agradou a cantora Angélique Kidjo.

A embaixadora do Unicef contou que gosta muito da “humildade de Malala” e de ver que os pais dela ensinaram à estudante o que é realmente importante no mundo.

Trauma

Angélique lembrou que Malala tem apenas 16 anos, mas já passou por um grande trauma. A garota sofreu um ataque do grupo Talebã no ano passado e quase perdeu a vida ao ser baleada na cabeça.

A embaixadora do Unicef disse que o acidente não afetou a inteligência de Malala e que pediu a ela para continuar sendo uma líder pela causa da educação.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud