Produção de grãos vai bater recorde em 2013
BR

11 julho 2013

FAO afirmou que a safra mundial deve atingir 2,4 bilhões de toneladas; aumento será de 7% em relação ao ano passado.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

A produção mundial de grãos vai bater recorde em 2013. A Organização das Nações Unidas para Agricultura prevê que a safra deste ano deve chegar a 2,4 bilhões de toneladas.

O relatório “Perspectivas de Colheitas e Situação Alimentar” da FAO mostrou que o aumento será de 7% em relação a 2012. Segundo a agência da ONU, o resultado vai ajudar a reabastecer os estoques globais e elevar as expectativas por mercados mais estáveis no período 2013-14.

Recuperação

Só a produção de trigo, neste ano, deve atingir 704 milhões de toneladas, o que representa uma alta de 6,8%. O índice mais do que recupera a queda da safra do alimento registrada em 2012 e representa o patamar mais alto da história.

A produção global de grãos grossos vai subir 9,7%, para aproximadamente 1,2 bilhão de toneladas. A de arroz terá uma expansão de 1,9%, chegando a 500 milhões de toneladas.

A importação de grãos para países de baixa renda e com déficit de alimentos deve subir 5% pelos próximos dois anos, principalmente para acompanhar a demanda do Egito, da Indonésia e da Nigéria.

Segurança Alimentar 

O relatório da FAO citou também a situação da segurança alimentar em algumas regiões. No total, 34 países precisam de ajuda alimentar externa, 27  na África.

Na Síria, a produção de grãos caiu de forma significativa por causa do conflito no país. O documento calcula que 4 milhões de pessoas sofram com a falta de comida.

Já na República Centro-Africana e na República Democrática do Congo, 8,4 milhões de pessoas também têm problemas com a insegurança alimentar.

A FAO diz que a situação é a mesma na região de Sahel, na Somália, no Sudão e no Sudão do Sul.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud