ONU: África Ocidental requer esforço coordenado contra instabilidade

10 julho 2013

No Conselho de Segurança, representante do Secretário-Geral para a região cita Sahel e Golfo da Guiné como áreas de maior instabilidade; problemas incluem terrorismo, crime organizado e pirataria.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O representante especial do Secretário-Geral para a África Ocidental pediu esforços coordenados e o reforço da cooperação regional e internacional para abordar as várias fontes de instabilidade na região.

Falando no Conselho de Segurança, Said Djinnit citou desafios políticos e de segurança, com destaque para o crime transnacional organizado, a pirataria, o terrorismo e as tensões relacionadas com eleições em vários países.

Comunidade

Para enfrentar os desafios, o representante considera necessário o compromisso dos governos, de organismos regionais e da comunidade internacional como um todo. Entre as áreas de maior instabilidade estão o Sahel e o Golfo da Guiné.

Djinit falou de ações no Sahel, com a Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental, o Escritório da ONU e a Missão da organização no Mali. O objetivo é promover o diálogo político para resolver o conflito no norte do país desencadeado, desde o ano passado, por rebeldes tuaregues.

Degradação

Além da crise maliana, o Sahel foi mencionado por problemas como  a grave degradação ambiental, a desertificação, a insegurança e o tráfico de drogas aliados à insegurança alimentar e ao terrorismo.

Para Djinnit, a vulnerabilidade da área ressalta a necessidade de uma estratégia integrada para a região, que deve completar esforços dos países para enfrentar as causas da instabilidade no cinturão do Sahel e do Saara.

A pirataria foi apontada como ameaça prevalecente no Golfo da Guiné, por  afetar as rotas internacionais de comércio marítimo com impacto no avanço económico, tanto dos países costeiros como os do litoral.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud