Missão da ONU condena atentado que matou 18 no Afeganistão
BR

10 julho 2013

Entre as vítimas estão oito mulheres e oito crianças além de dois homens;  seis crianças estão gravemente feridas; bomba explodiu na rua, na província de Herat, no oeste do país.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.*

A Missão das Nações Unidas no Afeganistão condenou, de forma veemente,  um atentado a bomba que matou 18 pessoas, nesta terça-feira.

Entre as vítimas estão oito mulheres, oito crianças e dois homens. O ataque deixou ainda seis crianças gravemente feridas.

Confronto

A bomba, colocada numa calçada, explodiu no distrito de Obeh, na província de Herat, no oeste do Afeganistão.

O atentado ocorreu logo após um confronto armado entre forças de segurança afegãs e antigoverno.

O vice-chefe da Missão da ONU no país, Unama, Nicholas Haysom, disse que está profundamente chocado com a continuação da morte de civis afegãos por explosivos.

Ele pediu ainda a todas as partes do conflito que respeitem o mês considerado sagrado do Ramadã, e que evitem mais mortes de civis.

A Unama afirmou que táticas que não diferem civis de combatentes em conflitos armados são uma violação às leis humanitárias e podem também constituir crimes de guerra.

*Apresentação: Leda Letra.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud