ONU condena ataque a bomba que deixou dezenas de feridos no Líbano BR

ONU condena ataque a bomba que deixou dezenas de feridos no Líbano

Coordenador especial das Nações Unidas disse que esses atos covardes de violência são inaceitáveis; Derek Plumbly enviou desejos de melhora aos feridos.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

A ONU condenou de forma veemente a explosão de um carro-bomba, nesta terça-feira, em Beirute, capital do Líbano.

O ataque ocorreu no primeiro dia do mês considerado sagrado do Ramadã e deixou dezenaspelo menos 53 feridos.

Covarde

O coordenador especial das Nações Unidas para o Líbano, Derek Plumbly, afirmou que são inaceitáveis esses atos covardes de violência com o objetivo de desestabilizar o país e espalhar o medo entre a população.

Plumbly disse que os líderes e os partidos políticos libaneses devem se unir contra ameaças à segurança e à estabilidade do país. Segundo o coordenador da ONU, eles devem também trabalhar para reforçar as instituições libanesas.

Hezbollah

De acordo com agências de notícias, o carro-bomba explodiu perto de um centro islâmico.

O ataque aconteceu no subúrbio de Beir el-Abed, área dominada pelo grupo islâmico Hezbollah. Até o momento, ninguém assumiu a autoria do atentado.

Plumbly enviou mensagem desejando uma rápida recuperação dos feridos e espera que o ataque seja completamente investigado e os responsáveis levados à justiça.