Sudão do Sul: ONU destaca resiliência e determinação como inspiração

9 julho 2013

País africano celebra segundo aniversário da independência neste 9 de julho; conflito dita dependência de 100 mil sul-sudaneses no estado de Jonglei.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

As Nações Unidas destacaram a resiliência e a determinação do povo como inspiração para o trabalho de entidades humanitárias e os seus funcionários no Sudão do Sul.

A declaração consta da mensagem do coordenador humanitário da ONU no país africano, Toby Lanzer, por ocasião do segundo aniversário da independência nacional, assinalado neste 9 de julho.

Humanitarismo

O responsável saudou as autoridades sul-sudanesas por facilitarem o acesso de agências de auxílio, tendo destacado que a ação revela o compromisso com o humanitarismo e o bem-estar dos cidadãos.

Conforme referiu, a sociedade é frequentemente medida pela forma como trata dos seus membros mais vulneráveis.

Estratégias

A data é celebrada um dia depois da apresentação de um relatório do Secretário-Geral ao Conselho de Segurança, a apelar o governo a definir planos eficazes para a solução das causas da violência a longo prazo.

Para as Nações Unidas, entre os maiores desafios do pós-independência estão a insegurança, as violações dos direitos humanos e o reforço das instituições públicas.

Benefícios

Para o coordenador humanitário, responder às necessidades dos afetados pela violência deve contribuir para um mais pacífico e próspero Sudão do Sul, onde os benefícios da independência sejam usufruídos por todos.

Apesar de considerar que uma maioria esmagadora desfruta da paz e da estabilidade, Lanzer disse que 100 mil pessoas carecem de assistência urgente no estado de Jonglei.

Milhares de pessoas foram obrigadas a deixar as suas casas desde janeiro, devido a confrontos entre o exército e grupos armados.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud