América do Sul deverá ter centro regional de previsão do clima
BR

5 julho 2013

Informação é do vice-presidente da Organização Meteorológica Mundial; Antônio Divino Moura fala sobre benefícios de uma aliança de serviços meteorológicos.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York. 

A Organização Meteorológica Mundial, OMM, está discutindo a implementação de uma rede global sobre serviços climáticos. A proposta foi um dos temas da reunião intergovernamental da agência, que terminou nesta sexta-feira, em Genebra.

Segundo a OMM, a ideia é fornecer serviços sobre o clima precisos e acessíveis às autoridades que lidam com riscos de desastres, agências de saúde pública, água e energia, setor de transportes e agricultores.

Brasil

Da capital suíça, o vice-presidente da agência, Antônio Divino Moura, contou à Rádio ONU que a América do Sul será uma das áreas atendidas pelo projeto, com um centro regional de clima.

“Argentina, Brasil, Paraguai, Uruguai, vai envolver Bolívia também e talvez o sul do Chile, para montar uma aliança dos serviços meteorológicos, com um centro virtual. Você vai ter um portal com os todos os produtos climáticos, o que está acontecendo naquele mês ou nos próximos três meses. Uma climatologia ofertando, a quem pode tomar decisão, melhores informações climáticas e até previsões sazonais.”

Antônio Divino Moura destaca a importância de os países entenderem, em conjunto, como o clima está funcionando e as variações que podem ocorrer de ano a ano.

O vice-presidente da OMM diz ser importante tentar mitigar as causas da mudança climática, incluindo o uso de combustíveis fósseis, que geram aumento dos gases de efeito estufa.

Leia também:

Episódios climáticos sem precedentes atingiram mundo na última década.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud