Novo embaixador do Brasil diz que país quer trazer ONU para século 21 BR

Novo embaixador do Brasil diz que país quer trazer ONU para século 21

Luiz Alberto Figueiredo Machado afirmou que organização tem que modernizar as suas instituições incluindo o Conselho de Segurança; diplomata apresentou credenciais ao Secretário-Geral nesta terça-feira.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

O Brasil declarou que tem “uma preocupação de trazer a ONU para o século 21 no sentido de modernizar suas instituições.”

A proposta inclui a reforma do Conselho de Segurança como contou à Rádio ONU, o novo embaixador do Brasil na organização, Luiz Alberto Figueiredo Machado. 

Debate

“O Conselho de Segurança, como está hoje, claramente não responde mais às necessidades de manutenção de paz e segurança internacionais. O Brasil ativamente continuará a propor este debate, a participar deste debate. E nós não tememos nenhum aspecto desse debate. Vamos continuar a fazer um trabalho, que é uma marca brasileira, de buscar as pontes, buscar o entendimento, buscar a convergência.”

Segundo o novo embaixador brasileiro na ONU, este é o caminho para se chegar à reforma do Conselho, que tem cinco membros permanentes e 10 rotativos.

Luiz Alberto Figueiredo Machado falou à Rádio ONU logo após apresentar suas credenciais ao Secretário-Geral Ban Ki-moon.

Carioca, 57 anos, o embaixador já serviu no Chile, nos Estados Unidos, no Canadá e na França. Ele é especialista em meio ambiente e desenvolvimento e foi o negociador-chefe do governo brasileiro durante a Conferência Rio + 20, realizada no Rio de Janeiro, no ano passado.