Universidade de Coimbra torna-se Patrimônio Mundial da Humanidade
BR

22 junho 2013

Decisão foi anunciada pela Unesco durante 37ª. sessão do Comitê da agência, em Phnom Penh, capital do Camboja.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

A Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura, Unesco, inseriu a Universidade de Coimbra, em Portugal, em sua lista de Patrimônios Mundiais da Humanidade.

O anúncio foi feito neste sábado em Phnom Penh, capital do Camboja, onde acontece a 37ª. sessão do Comitê do Patrimônio Mundial da agência.

Palácio Real

Fazem parte da Universidade de Coimbra, a Catedral de Santa Cruz, que data do século 12, e várias faculdades do século 16. O Paço Real da Alcáçova abriga a instituição portuguesa desde 1537. Uma outra atração da Universidade de Coimbra é a Biblioteca Joanina admirada pela riqueza barroca.

Segundo a mídia portuguesa, a inserção do sítio à lista encerra uma campanha de 15 anos para tornar a Universidade de Coimbra, Patrimônio Mundial da Humanidade.

Além da Universidade foram adicionados à lista, cinco outros sítios incluindo Fujisan, considerado um local sagrado e fonte de inspiração artística, no Japão.

O Centro Histórico de Agadez, no Níger; Sítio Arqueológico de Al Zubarah, no Catar; Cidade Portuária Histórica de Levuka, Fiji e Estação de Red Bay, no Canadá.

A 37ª. sessão do Patrimônio Mundial da Unesco termina no próximo dia 27, no Camboja.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud