Onusida revela expectativas para comissão conjunta com a “The Lancet”

21 junho 2013

Antigo presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, integra grupo de 30 pessoas; membros incluem pessoas vivendo com o HIV, especialistas em desenvolvimento e jovens.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O Programa Conjunto da ONU sobre o HIV/Sida, Onusida, revelou três expectativas após anunciar o primeiro encontro dos integrantes do grupo formado pela agência e a revista especializada “The Lancet.”

Em primeiro lugar, o diretor-geral do Onusida, Michel Sidibé, disse que a Comissão denominada “Da Sida à Saúde Sustentável” deve pensar no que será preciso para chegar o fim da pandemia.

Modernização

Depois, e tendo como foco a saúde global, como a resposta à doença pode servir de força transformadora, além das formas de modernização da arquitetura global para uma futuro sustentável mais justo e eficaz na área.

O antigo presidente brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva, é o único lusófono do grupo, formado por 30 pessoas. Os líderes são a presidente do Malaui, a presidente da Comissão Africana e o diretor da Escola de Higiene e Medicina Tropical de Londres.

Saúde Global

A reunião decorre na capital malauiana, Lilongwé, a 28 e 29 de junho. Na agenda estão as vias para explorar como a resposta à doença pode ser usada para moldar o futuro da saúde global.

O chefe do Onusida sublinha que será a primeira vez em que a Comissão de especialistas de áreas diversificadas deverá ter uma discussão franca sobre o futuro da saúde global, após ter sido formado em maio passado.

Além de chefes de Estado, políticos e cineastas, os integrantes do grupo são pessoas vivendo com o HIV, especialistas em desenvolvimento, jovens e líderes da sociedade civil.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud