Romano Prodi destaca passo significativo para a paz com acordo no Mali

19 junho 2013

Governo e rebeldes firmaram documento de cessar-fogo imediato nesta terça-feira; decisão abre caminho para realização de eleições presidenciais em julho.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

O enviado especial das Nações Unidas para a região de Sahel, Romano Prodi, juntou-se às vozes que elogiaram o acordo de cessar-fogo entre o governo do Mali e os rebeldes Tuareg.

Em nota, Prodi destaca que o pacto, assinado nesta terça-feira, representa um passo significativo em direção à paz no Mali. O responsável disse também que o diálogo pacífico é a única forma de se garantir a estabilidade no país.

Eleições

Prodi pediu às partes que mantenham o compromisso com a paz pelo bem do país e de toda a área, após assinatura do documento que facilita o retorno das tropas do governo e de membros do governo à cidade de Kidal, no norte, antes das eleições.

O enviado das Nações Unidas disse que ficou encorajado com o “espírito positivo” dos dois lados na implementação do cessar-fogo.

Reconciliação

Nesta terça-feira, o Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, disse que ficou encorajado com o compromisso demonstrado pelos dois lados em busca de uma reconciliação nacional e pela solução das diferenças através do diálogo.

História

O norte do Mali foi ocupado pelos radicais islâmicos desde o início dos confrontos entre as forças do governo e os rebeldes Tuareg, em janeiro de 2012.

O conflito deixou milhares de deslocados e levou o governo do Mali  a pedir, em março, ajuda da França para evitar a ofensiva dos grupos extremistas.

*Apresentação: Denise Costa.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud