Ban reforça necessidade de diálogo e reconciliação no Iraque
BR

11 junho 2013

Secretário-Geral está acompanhando “com preocupação” a escalada das tensões políticas e da violência no país; centenas de pessoas morreram ou ficaram feridas em conflitos recentes.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York. 

O Secretário-Geral da ONU está “acompanhando com preocupação” a situação no Iraque, incluindo a escalada das tensões políticas e o aumento da violência, que matou um grande número de civis nos últimos dois meses.

Agências de notícias também afirmam que mais de 70 pessoas morreram em várias cidades no norte do Iraque, após ataques de carros-bomba na segunda-feira.

Diálogo Político

Em abril, mais de 700 civis morreram e em maio, o total de iraquianos mortos subiu para 1,045 e foram mais de 2 mil feridos. O levantamento é da Missão da ONU no Iraque, Unami.

Ban Ki-moon pede mais esforços que garantam a reconciliação nacional e ressalta a necessidade de mais diálogo entre os blocos políticos.

O Secretário-Geral saudou um encontro de alto nível entre o primeiro-ministro Nouri al-Maliki e o presidente da Suprema Corte iraquiana, Sayyed Ammar Al-Hakim.

Ban também enviou condolências às vítimas da violência e às famílias e pediu ao governo iraquiano que leve os responsáveis à justiça.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud