RD Congo: União Interparlamentar investiga casos de direitos humanos

10 junho 2013

Entidade examina, a partir desta segunda-feira, casos de 34 deputados e outros antigos parlamentares no interior do país.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A União Interparlamentar, UIP, disse que inicia, esta segunda-feira, investigações sobre direitos humanos envolvendo deputados da República Democrática do Congo, RD Congo.

Em nota, publicada em Genebra, a entidade sublinha que a questão da “perseguição de deputados da oposição é uma prática antiga e constante” no país dos Grandes Lagos.

Prisão

Casos de Pierre Chalupa e Diomi Ndongala, tidos como de grande atenção, serão particularmente pesquisados pelo grupo de investigadores.

Em Outubro do ano passado, Chalupa, um antigo deputado de 65 anos, foi condenado a quatro anos de prisão acusado de falsificação. Na altura, a União pediu que a alegação fosse provada.

Deputados

O outro caso envolve Diomi Ndongala, que a UIP disse ter sido arbitrariamente detido em finais de junho do ano passado, quando participava numa cerimónia de um novo partido de oposição.

Prevê-se que até sexta-feira, sejam examinados casos de 34 deputados e outros antigos parlamentares.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud