Empresa brasileira que levar educação a 500 mil crianças pobres BR

Empresa brasileira que levar educação a 500 mil crianças pobres

Como parte do projeto do Pnud “Chamado para Ação Empresarial” meta é atingir comunidades carentes do país; companhia vai criar também 2 mil empregos para mulheres de baixa renda até 2017.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

A empresa brasileira Pupa em parceria com o projeto “Chamado para Ação Empresarial” do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, Pnud, vai levar educação pré-escolar a 500 mil crianças.

O objetivo da empresa é atingir comunidades carentes em todo o Brasil. Além disso, a companhia prometeu dar emprego a 2 mil mulheres de baixa renda, como parte do programa de microfranquia, até 2017.

Creche

Segundo o Pnud, no Brasil há cerca de 14 milhões de crianças menores de seis anos em famílias carentes. Mais de 12 milhões não têm qualquer acesso a creches ou pré-escola.

O plano da Pupa foi baseado num projeto piloto de sucesso que contou com o patrocínio da Lego, companhia de brinquedos, e do Instituto Aprender Fazendo.

Nele, a empresa forneceu um programa de treinamento e certificação para pais e cuidadoras nas áreas urbanas mais pobres.

Potencial

Segundo a Pupa, todos os menores de seis anos devem ter condições de desenvolver seu potencial através de brincadeiras, leitura, música e afeição num ambiente saudável e seguro.

Com financiamento do Banco Interamericano de Desenvolvimento, BID, a empresa estipulou a meta de treinar 250 mil cuidadoras e melhorar o aprendizado e o desenvolvimento de meio milhão de crianças num prazo de cinco anos.