Brasil ainda não sabe quanto será custo final das Olimpíadas BR

Brasil ainda não sabe quanto será custo final das Olimpíadas

Em entrevista à Rádio ONU, ministro do Esporte, Aldo Rebelo, disse que muitas licitações ainda não foram feitas, e por isso não é possível apresentar números finais do orçamento; ao contrário da Copa, Jogos de 2016 terão forte apoio financeiro do governo.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

O custo final das Olimpíadas de 2016, que serão realizadas no Rio de Janeiro, ainda não foi orçamentado pelo governo brasileiro. Em entrevista à Rádio ONU, o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, disse que não é possível saber o valor dos gastos porque muitas licitações ainda estão por fazer.

Aldo Rebelo está em Nova York participando do Terceiro Fórum Internacional sobre Esporte para o Desenvolvimento. Ele deve falar sobre a realização da Copa e das Olimpíadas no país além da contribuição do Brasil para o esporte como elemento de inclusão social.

Retorno

Segundo o ministro, ao contrário da Copa do Mundo, que tem um forte patrocínio privado, os Jogos Olímpicos, apesar de serem realizados no Rio de Janeiro, terão que receber o apoio financeiro do governo federal.

“Não temos ainda o orçamento final porque nem todas as obras foram orçadas, ou seja licitadas. Mas, nós achamos que o investimento que será feito para os Jogos Olímpicos trará para o país um retorno muito importante não apenas material, mas também educacional.”

De acordo com dados oficiais, as Olimpíadas de Londres ultrapassaram o orçamento esperado em mais de US$ 10 bilhões.

Para o ministro Aldo Rebelo os Jogos são um desafio de todo o Brasil, que repassa o orçamento para a Prefeitura do Rio, e em parte o governo do Estado.

Ele lembrou que 5 mil quadras devem ser construídas nas escolas, assim como centros de esporte educacional e de alto rendimento.