Arábia Saudita confirma novo caso de infecção pelo coronavírus
BR

5 junho 2013

Estado da paciente de 14 anos é estável; segundo OMS, sobe para 54 o total de casos confirmados em laboratório, incluindo 30 mortes.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York. 

A síndrome respiratória do Oriente Médio foi confirmada em mais uma pessoa na Arábia Saudita. Segundo o Ministério da Saúde do país, o coronavírus foi identificado em uma menina de 14 anos, mas o quadro da paciente é estável.

O governo saudita notificou a Organização Mundial da Saúde, OMS. A garota é do leste do país e não da região de Al-Ahsa, onde um surto de coronavírus começou em abril.

Europa

De acordo com a OMS, em todo o mundo, já foram confirmados em laboratório 54 casos da infecção, incluindo 30 mortes. Além da Arábia Saudita, a agência recebeu notificação de casos no Catar, Emirados Árabes Unidos, Jordânia, Alemanha, França, Grã-Bretanha, Itália e Tunísia.

A OMS está encorajando todos os seus países-membros a seguir com a vigilância de infecções respiratórias agudas e monitorar cuidadosamente qualquer padrão incomum em pacientes.

Orientações

Viajantes que voltaram recentemente do Oriente Médio e apresentam o quadro de doença respiratória devem fazer o teste do coronavírus. Aos médicos, a OMS lembra que a infecção deve ser considerada mesmo em pacientes com sintomas atípicos, como diarreia.

Hospitais e clínicas que estão cuidando de casos suspeitos ou confirmados de coronavírus devem tomar medidas para reduzir o risco de infecção em outras pessoas. Qualquer nação deve avisar imediatamente a OMS sobre um novo caso da doença.

A agência lembra que continuam sendo desnecessárias restrições de viagens ou de comércio.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud