Mali: Ocha alerta para surto de cólera em Gao

28 maio 2013

Escritório revela que risco continua elevado, após duas mortes e dezenas de casos notificados; Acnur anuncia apoio à participação de refugiados nas presidenciais de finais de junho.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

O Escritório da ONU para os Assuntos Humanitários, Ocha, disse ter recebido relatos de parceiros sobre um grande surto de cólera na cidade maliana de Gao, no leste.

De acordo com uma nota do escritório, emitida esta terça-feira, o alastramento da doença deve-se à falta de acesso à água potável, que afeta mais de 60% da população da área habitada por cerca de 70 mil pessoas.

Mortes

Em Gao, o surto já provocou dois mortos e 22 casos notificados. O Ocha diz que, embora não tenha havido relatos de novos casos nos últimos cinco dias, o risco continua a ser elevado.

A cidade foi uma das áreas libertadas das mãos dos rebeldes islamitas, após a intervenção do exército com o apoio de forças francesas, em janeiro.

Eleições

Entretanto, o Alto Comissariado da ONU para Refugiados, Acnur, anunciou que deve apoiar a participação de 174 mil refugiados malianos nos países vizinhos nas eleições presidenciais de 28 de Junho.

A agência diz estar em consultas com o governo do Mali e dos países de acolhimento para elaborar as modalidades da sua participação no pleito.

Votação

Estima-se que, desde o início da crise, mais de 50 mil malianos pediram abrigo em Burkina Faso, 74 mil  na Mauritânia, enquanto que Níger recebe 50 mil refugiados.

O Acnur refere que a votação será voluntária e que deverá trabalhar com os países de asilo para garantir um processo livre, justo e seguro. 

*Apresentação: Denise Costa.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud