Chissano entre figuras que recomendaram reforços para o desenvolvimento

24 maio 2013

Antigo presidente moçambicano integra Painel de Pessoas Eminentes da Conferência da ONU sobre Comércio e Desenvolvimento; grupo pede proteção dos interesses de países mais pobres.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

O Painel de Pessoas Eminentes, criado pela Conferência da ONU para o Comércio e Desenvolvimento, Unctad, propôs uma série de iniciativas para reforçar os impactos da agência no desenvolvimento.

O grupo é composto por dez personalidades, incluindo o antigo presidente de Moçambique, Joaquim Chissano, além de ex-chefes de Estado da África do Sul, Tanzânia e Finlândia.

Menor Dependência

A sugestão do painel para a Unctad é a criação de um Observatório de Economia Global e Governanção Financeira, para garantir os interesses de países pobres durante reformas na economia global e sistemas financeiros.

Outra recomendação é o estabelecimento de um sistema para a diversificação de ajuda, que venha a beneficiar as nações pobres a reduzir sua dependência económica em exportações e matérias-primas.

As sugestões estão em um relatório do Painel de Pessoas Eminentes, apresentado esta semana ao secretário executivo da Unctad, Supachai Panitchpakdi.

Comércio Regional

O documento foca em como a Unctad pode se adaptar e ter um papel eficaz na representação dos interesses de nações menos favorecidas, num período de mudanças na economia mundial.

O painel também recomenda a criação de uma plataforma multilateral para promoção do diálogo entre blocos regionais de comércio. Foi, igualmente, sugerida uma estratégia de operação que reforce a capacidade produtiva das nações em desenvolvimento e uma plataforma para que profissionais reformados possam, de forma voluntária, oferecer as suas habilidades aos países mais pobres.

Apresentação: Eleutério Guevane.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud