Ban elogia libertação de boinas-azuis nas Colinas de Golã
BR

12 maio 2013

Os quatro militares da Força Observadora de Desengajamento da ONU haviam sido levados da área entre Israel e Síria no último dia 7.

Mônica Villela Grayley e Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

O Secretário-Geral da ONU saudou a libertação de quatro boinas-azuis que haviam sido detidos nas imediações das Colinas de Golã, na semana passada.

Em nota emitida neste domingo, pelo seu porta-voz, Ban Ki-moon agradeceu a assistência do Catar e outras partes envolvidas na libertação dos militares.

Liberdade de Movimento

Os quatro boinas-azuis da ONU trabalham para a Força Observadora de Desengajamento, Undof, que monitora o acordo firmado entre Síria e Israel em 1974 sobre a área.

Os militares da ONU foram detidos perto de Al Jamlah, no mesmo local em que 21 observadores foram levados, há dois meses.

Ban Ki-moon voltou a afirmar que os soldados das forças de paz são imparciais, e pediu a todos que respeitem a liberdade de movimento dos militares, assim como a segurança das tropas.

Na semana passada, a ONU informou que os quatro boinas-azuis pertencem ao Batalhão Filipino, e estavam fazendo o patrulhamento da área entre Israel e Síria quando foram levados.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud