Novo chefe da Unamid pede paz duradoura no primeiro périplo em Darfur

1 maio 2013

Mohamed Ibn Chambas concluiu contacto de uma semana com cinco estados da região sudanesa; conflito, iniciado há 10 anos, já provocou centenas de milhares de mortos e mais de 2 milhões de deslocados.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O chefe da Missão Conjunta das Nações Unidas e da União Africana em Darfur, Unamid, disse que a melhor solução para o conflito na região sudanesa é o alcance de uma paz duradoura.

Mohamed Ibn Chambas considerou o fator essencial para permitir normalizar o dia-a-dia dos cidadãos e que estes “possam viver sem medo ou intimidação.”

Situação Humanitária

Chambas concluiu uma série de visitas a cinco estados da região sudanesa, iniciada a 22 de abril. O objetivo era avaliar a segurança e as situações política e humanitária, refere a missão.

Tratou-se da sua primeira deslocação do género, após ter sido nomeado em dezembro pelo Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, e a presidente da Comissão da União Africana, Nkosazana Dlamini Zuma.

Acordo Inclusivo

Nesta segunda-feira, um informe de Ban Ki-moon ao Conselho de Segurança, destacou o aumento das necessidades de assistência humanitária durante os últimos três meses em Darfur. O documento também se refere à ausência de um acordo de paz inclusivo na região sudanesa.

Estima-se que combates entre o exército sudanês, milícias aliadas e grupos armados rebeldes já provocaram centenas de milhares de mortos e cerca de 2 milhões de deslocados, desde 2003.

Líderes

A proteção de campos de deslocados que acolhem as populações também foi abordada com lideranças de Nyasa, no norte, e Kalma, no sul de Darfur.

Na visita, além de manter contacto com líderes tradicionais, foram abordados representantes de deslocados internos, autoridades locais e funcionários da Unamid.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud