Correspondência para a Somália deverá ser tratada em Dubai, diz UPU

29 abril 2013

Agência acredita que medida deve ajudar a alavancar serviços postais somalis, sem extrutura funcional do setor há 23 anos.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Um acordo firmado entre a Somália e a empresa de correios de Dubai prevê que a correspondência para o país do Corno de África venha a ser tratada no emirado árabe.

Após o processamento do expediente, companhias aéreas com destino à capital somali, Mogadíscio, fariam o transporte da correspondência internacional.

Serviços

A União Postal Universal, UPU, mediou o acordo assinado entre a Emirates Post e as autoridades somalis, que deve ajudar a alavancar o setor no país africano desprovido de serviços postais durante 23 anos.

A rede postal é representada por uma secretaria instalada na capital e 25 funcionários. O país do Corno de África tem uma extensão de mais de 637 mil quilómetros quadrados e uma população de 9,9 milhões de pessoas.

Antes do conflito que eclodiu em 1991, a Somália tinha cerca de 100 estações de correios e uma equipa postal composta por 2165 profissionais, refere a UPU.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud