Ban e Obama discutem situação na Coreia do Norte BR

Ban e Obama discutem situação na Coreia do Norte

Secretário-Geral da ONU pediu ajuda de outros países para reduzir tensões na Península Coreana; presidente americano disse que ninguém quer ver um conflito na região.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.*

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, se reuniu esta quinta-feira com o presidente americano, Barack Obama, na Casa Branca, em Washington.

Na agenda, os dois líderes discutiram a situação na Península Coreana depois das ameaças feitas pela Coreia do Norte.

Tensões

Depois do encontro, Ban pediu à China e a outros países que têm influência sobre a Coreia do Norte para que atuem para reduzir as tensões com Pyongyang.

O chefe da ONU elogiou os Estados Unidos pela sua resposta “controlada” à retórica provocativa feita pelos norte-coreanos. 

Diplomacia

Obama afirmou que os Estados Unidos vão trabalhar diplomaticamente para reduzir as tensões com a Coreia do Norte, mas ao mesmo tempo, alertou que Washington tomará todas as medidas necessárias para proteger os Estados Unidos e seus aliados.

O presidente afirmou que é hora de a Coreia do Norte acabar com a “atitude agressiva com a qual vem agindo e tentar baixar a temperatura.” Segundo Obama, ninguém quer ver um conflito na região. 

Violência

Os dois líderes também falaram sobre a violência na Síria. Segundo o Secretário-Geral, a Síria é uma situação mais preocupante. Ele apelou aos líderes mundiais, inclusive ao próprio presidente americano, que façam mais para ajudar a acabar com a violência no país.

Obama afirmou que  a situação na Síria atingiu uma “junção crítica.”

Segundo dados da ONU, o conflito no país, que se arrasta por mais de dois anos, já matou 70 mil pessoas.

*Apresentação: Leda Letra.