Entrevista: a Escravidão e a força da Cidade Velha

25 março 2013

O assessor do Ministro da Cultura de Cabo Verde fala de uma cidade do país de língua portuguesa, que é tida como o primeiro ponto de partida do tráfico negreiro na África Subsaariana.

Charles Aquibodé, que foi responsável pela candidatura da Cidade Velha a Património Mundial da Humanidade da Unesco, defende a importância de “celebrar” marcos como o Dia Internacional da Memória das Vítimas da Escravatura e do Tráfico Transatlântico de Escravos.

Entre os legados do período, Aquibodé destaca o nascimento e adoção de ritmos como batuque e palmas em Cabo Verde, do samba no Brasil e o fenómeno da salsa na América Latina.

Acompanhe a entrevista com Eleutério Guevane.

Tempo total: 7’48”

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud