Unamid deplora detenção de dezenas de deslocados em Darfur

25 março 2013

Missão diz que ato foi levado a cabo por um grupo de homens armados desconhecidos numa área situada na fronteira entre o estados de Darfur Centro e Darfur Sul.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A missão Conjunta da ONU e da União Africana em Darfur, Unamid, condenou, esta segunda-feira,  a prisão de dezenas de deslocados internos levada a cabo por um grupo armado não-identificado na região sudanesa.

Em nota, a missão refere que um comboio de três autocarros que transportava 31 deslocados foi interpelado neste domingo pelo grupo de indivíduos na localidade de Kass. A área está situada na fronteira entre o estados de Darfur Centro e Darfur Sul.

Resistência

Os membros estavam em uniformes militares e faziam-se transportar em sete jipes montados com armas, refere a missão. A Unamid refere que, apesar de terem resistido, os deslocados foram obrigados a seguir para um local desconhecido.

Relatos contraditórios de diversas fontes apontam para a libertação dos detidos, mas fontes oficiais do Governo do Sudão ainda não confirmaram a ação.

Refugiados

De acordo com a Unamid, a escolta disponibilizada pelas forças de paz respondia a um pedido da Autoridade Regional da cidade de Zalingei, no estado de Nyala em Darfur Centro, para a viagem dos deslocados a uma conferência de refugiados.

Após condenar o incidente, a Unamid  manifestou prontidão em escoltar o grupo para a conferência de Nyala, além de fornecer qualquer outro tipo de assistência.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud