Mais de 400 mil refugiados palestinos precisam de ajuda na Síria
BR

25 março 2013

Unrwa alerta que aumentou rapidamente o número de palestinos mortos no país; violência perto de Damasco resultou na fuga de 75% das pessoas que viviam no campo de refugiados Ramadã.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

A Agência das Nações Unidas de Assistência aos Refugiados Palestinos, Unrwa, alertou que mais de 400 mil palestinos necessitam de ajuda na Síria.

Segundo a Unrwa, o conflito armado no país está causando um rápido aumento do número de mortos, de desalojados e dos que precisam de assistência humanitária.

Violência

A agência da ONU informou também que os refugiados palestinos estão fugindo da violência na Síria para os países vizinhos. Quase 5 mil foram para a Jordânia e 33 mil para o Líbano.

Somente na última semana, 65 palestinos foram mortos no território sírio, entre eles, cinco crianças. Por causa das hostilidades perto de Damasco, a capital, 75% das pessoas que viviam no acampamento de refugiados Ramadã, abandonaram a área.

Ajuda

A Unrwa disse que desde março de 2011, quando começaram os conflitos no país, a agência e seus parceiros, conseguiram entregar alimentos para mais de 28 mil famílias e ajuda financeira para mais de 73 mil famílias.

Atualmente, a agência da ONU abriga 11,5 mil deslocados internos na Síria, muitos estão sendo mantidos em escolas e centros de treinamento adaptados para recebê-los.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud