Unesco irá produzir pesquisa sobre a segurança de jornalistas online

Unesco irá produzir pesquisa sobre a segurança de jornalistas online

Foco da análise são profissionais dos media digital e o papel de governos e sociedade civil na proteção dos jornalistas; propostas podem ser submetidas à agência da ONU.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

A Organização da ONU para Educação, Ciência e Cultura, Unesco, está a examinar propostas para a produção de dados qualitativos sobre a segurança de jornalistas nos meios de comunicação digital.

A pesquisa irá analisar o papel de governos, da sociedade civil e dos media na proteção dos atores dos veículos online. A ideia visa também fornecer recomendações, exemplos de boas práticas e de políticas sobre respeito à liberdade de expressão no ambiente digital.

Tendência Preocupante

Pesquisadores e organizações interessadas podem submeter suas propostas à Unesco até ao dia 4 de Maio. A agência da ONU destaca que paralelamente ao aumento da difusão dos media online, existe uma tendência preocupante porque websites de novas mídias, blogs e indivíduos são cada vez mais alvos de vigilância ilegítima e ataques.

Em casos extremos, profissionais são assassinados por praticar o jornalismo online. Segundo o Comité para Proteção de Jornalistas, só no primeiro semestre do ano passado, foram assassinados 17 jornalistas dos media digital. Por sua vez, a ONG Repórteres Sem Fronteiras, registou a morte de 39 jornalistas-cidadãos durante 2012.

Informações Limitadas

A Unesco está preocupada com a segurança desses profissionais e as implicações para os direitos humanos, em especial em relação à liberdade de expressão e à protecção privada.

A pesquisa faz parte dos esforços da agência em implementar o seu Plano sobre a Segurança de Jornalistas e a Questão da Impunidade. Ao mesmo tempo, a Unesco defende estar claro que são limitadas as informações sobre ameaças. Por isso a necessidade de recolher mais dados sobre a situação de segurança dos jornalistas online em todo o mundo.

*Apresentação: Denise Costa.