Especialistas abordam redução da dependência de mercadorias em África

Especialistas abordam redução da dependência de mercadorias em África

Encontro, em Genebra, pretende estimular criação de estratégias para garantir acesso das populações aos alimentos e à energia; debate envolve setores de minerais, petróleos e agricultura.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A Conferência da ONU sobre Desenvolvimento e Comércio, Unctad, defende a promoção da diversificação económica como via para reduzir a dependência de mercadorias em África e nos Países Menos Avançados, PMA.

Num encontro a decorrer a partir desta quarta-feira, em Genebra, a Unctad debate a evolução e os novos desafios nos mercados de bens básicos. A reunião também debruça as opções de políticas para mercadorias, baseadas num crescimento inclusivo e no desenvolvimento sustentável.

Sustentabilidade

Os temas devem envolver as áreas de minerais, petróleos, mercadorias agrícolas e os desafios da sustentabilidade na produção. As  mudanças climáticas e o desenvolvimento de energias renováveis são outras áreas a serem abordadas.

O objetivo é ajudar os países em desenvolvimento dependentes de mercadorias na elaboração de estratégias para garantir o acesso adequado a alimentos e à energia para as suas populações.

Através dos planos, o grupo de nações deve usar as receitas das exportações de mercadorias para promover o seu crescimento económico e a redução da pobreza, além de reduzir a vulnerabilidade e a volatilidade dos preços nos mercados internacionais.