Em entronização do papa, PMA elogia papel do pontífice no combate à fome
BR

19 março 2013

Diretora-executiva está no Vaticano, onde particiou da missa, na manhã desta terça-feira; vários chefes de Estado e governo compareceram ao evento incluindo a presidente Dilma Rousseff.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova York.*

O Programa Mundial de Alimentos, PMA, elogiou a contribuição do papa Francisco na luta para acabar com a fome do mundo.

A declaração foi feita pela diretora-executiva do PMA, Ertharin Cousin, que viajou ao Vaticano para participar da missa de entronização do pontífice.

Dedicação

Segundo Cousin, a Igreja Católica tem influência na formulação de uma série de políticas para reduzir a má nutrição nos países em desenvolvimento.

A chefe do PMA lembrou ainda o empenho do então arcebispo de Buenos Aires, Jorge Mario Bergoglio, e defesa que ele fez dos pobres e dos carentes enquanto ocupou o posto.

Cousin compareceu à cerimônia ao lado de dezenas de chefes de Estado e governo incluindo a presidente Dilma Rousseff e o vice-presidente dos Estados Unidos, Joe Biden.

Renúncia

De acordo com agências de notícias, 200 mil pessoas teriam comparecido às ruas de Roma e do Vaticano para acompanhar a missa de entronização do papa Francisco.

Ele foi eleito, no último dia 13, pelo colégio dos cardeais após a renúncia do papa Bento 16.

*Apresentação: Mônica Villela Grayley.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud