ONU confirma morte equipa da tripulação de helicóptero na RD Congo

12 março 2013

De acordo com a Monusco, os quatro ocupantes do aparelho eram de nacionalidade russa; decorrem investigações para apurar a causa do acidente ocorrido na cidade de Bukavu.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

As Nações Unidas confirmaram, esta terça-feira, a morte de quatro membros da tripulação de um helicóptero que caiu, no último sábado, na República Democrática do Congo, RD Congo.

Um comunicado da Missão de Paz da ONU no país, Monusco, refere que todos os ocupantes do aparelho eram de nacionalidade russa.

Acidente

O Secretário-Geral das Nações Unidas disse ter recebido a notícia “com profunda mágoa”,  tendo endereçado condolências às famílias das vítimas e ao Governo da Rússia.

A informação foi confirmada quando uma equipa da missão chegou ao local da queda, na província ocidental de Kivu Sul, nas primeiras horas da manhã.

Destroços

A Monusco disse que decorre “uma investigação para apurar a causa do acidente.” Os destroços do helicóptero de carga foram localizados no domingo, a cerca de 20 km a oeste da cidade de Bukavu.

Trata-se do terceiro incidente envolvendo aeronaves da organização no país em cerca de duas semanas. A 26 de fevereiro, um alerta foi lançado pela ONU após o alvejamento de dois helicópteros na nação dos Grandes Lagos.

Dificuldades

Devido às difíceis condições meteorológicas e do terreno, houve dificuldades na operação de resgate, refere a Monusco.

O aparelho da missão desapareceu no sábado, quando retornava para Bukavu após uma operação na cidade de Shabunda.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud